Nasceu Campeão

Faça Login
 

Memória Tricolor: 03/02/1983 – JEC 0x0 Ponte Preta

Postado por Tiago Gabriel (Badoug) - 11/08/2014
Brasileiro Série A 1983: JEC 0x0 Ponte Preta

Brasileiro Série A 1983: JEC 0x0 Ponte Preta

Em 03/02/1983, o Joinville Esporte Clube enfrentou a Ponte Preta em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro da primeira divisão daquele ano.

A partida foi disputada no estádio Ernesto Schlemm Sobrinho, o velho Ernestão.

E o Tricolor ficou no zero a zero com a Ponte Preta.

O JEC atuou com: Gelson; Sidnei, Adilço Gonçalvez, Adilson Fernandes e Clademir; Ricardo Freitas (Osni), Mateus, Palmito e Valdo; Reginaldo (Andrezinho), Zé Carlos Paulista. Técnico: Joel Castro Flores.

Leia mais

 
 

Memória Tricolor: 12/05/1983 – JEC 2×1 Palmeiras (o primeiro confronto)

Postado por Tiago Gabriel (Badoug) - 04/11/2013

O primeiro confronto entre Joinville Esporte Clube e Palmeiras/SP aconteceu em 12/05/1983, em um jogo amistoso disputado no estádio Ernesto Schlemm Sobrinho, o Ernestão.

Adilço Gonçalvez recebe o troféu de Pedro Lopes, presidente da FCF. Waldomiro Schützler, presidente do JEC, e a torcedora-símbolo Sra. Brandenburg acompanham de perto.

A partida fazia parte de um acordo como forma de pagamento do Palmeiras pelo passe do centroavante Zé Carlos Paulista, recém-contratado junto ao JEC.

E o Tricolor aproveitou a partida para fazer a tradicional entrega de faixas pela conquista do pentacampeonato estadual, além da cerimônia de entrega de troféu.

Nesse dia, o JEC recebeu da FCF os troféus pelas conquistas dos Campeonatos Catarinenses de 1981 e 1982, e das Taças Santa Catarina de 1980 e 1981.

Na equipe do Palmeiras, o destaque era o zagueiro Vágner Bacharel, jogador que teve passagem marcante pelo JEC.

E com gols de Osni e João Paulo, o Joinville venceu o Palmeiras de virada, por 2 a 1.

O JEC atuou com: Borrachinha; Clademir, Adilço, Léo e Jorge Silva; Palmito, João Renato (Mateus) (João Paulo) e Valdo; Osni (João Carlos), Reginaldo e Ademir Padilha (Da Silva). Técnico: Paulo Coutinho

Leia mais

 
 

Há 28 anos, “Hexacampeão”

Postado por nasceucampeao - 18/12/2011

Há 28 anos, o Joinville Esporte Clube demonstrava dentro de campo, que era uma equipe que podia dar a volta por cima a qualquer momento. Quando todos descartavam a equipe da maior cidade do estado, o Tricolor de aço ressurgia. Esmagador, deixando a torcida adversária espantada.

Com uma campanha modesta no Brasileiro de 83; A perda da Taça Governador do Estado (1° Fase Catarinense) na Final para o Avaí e a desclassificação na semifinal da Taça Mané Garrincha (2° Fase Catarinense), para o mesmo Avaí em ambas as oportunidades em Florianópolis.

O JEC reuniu forças na última cartada, a Taça José Elias Giuliari; Disputando a final com o Figueirense: 1°jogo JEC 2 a 1 no Ernestão, no jogo de volta o Figueirense devolve o placar 2 x 1 na capital e a partida vai para prorrogação que acaba em 0 a 0; Nos pênaltis e Figueirense tremeu e o JEC fecha as penalidades em 3 a 0.

No Quadrangular Final o JEC enfrentou novamente o Avaí pela penúltima rodada em Florianópolis, só que desta vez o Tricolor fez, 4 a 2 em plena a Ressacada, o primeiro confronto dos times naquele estádio, inaugurado em 15 de novembro de 1983.

Agora o Joinville precisava empatar com o Figueirense no Orlando Scarpelli, partida válida pela última rodada do quadrangular., jogo que aconteceu no dia 18  de dezembro de 1983, que seria Hexacampeão.

Veja o que publicou a revista placar dia 23/12/1983 na pág.13

Leia mais