Nasceu Campeão

Faça Login
 

Memória Tricolor: 24/09/2002 – Bragantino 0x2 JEC

Postado por Tiago Gabriel (Badoug) - 04/09/2013

Em 24/09/2002, o Joinville Esporte Clube foi a Bragança Paulista para enfrentar o Bragantino, pelo Campeonato Brasileiro Série B. O jogo foi disputado no estádio Marcelo Stéfani, que mais tarde mudaria seu nome para o atual estádio Nabi Abi Chedid.

Nem (esq) anotou de pênalti. E Marcelo Fumaça (dir) marcou o segundo gol do JEC.

E com gols de Nem e Marcelo Fumaça (ambos na foto ao lado), o Tricolor venceu por 2 a 0 e se aproximou da zona de classificação para a fase seguinte.

Destaque para o goleiro Marcello Flores, que chegou a defender um pênalti para o JEC quando a partida ainda estava zero a zero.

O Joinville atuou com: Marcello Flores; Zé Carlos, Marcos Aurélio, Aderaldo e Beto; Duda, Lico, Michel e Nem; Maia (Marcelo Fumaça) e Canela (Cláudio). Técnico: Freitas Nascimento. Leia mais

 
 

Memória Tricolor: 17/09/2002 – JEC 4×2 América/RN

Postado por Tiago Gabriel (Badoug) - 24/07/2012

JEC 4×2 América/RN – Campeonato Brasileiro Série B 2002

Em 17/09/2002 o Joinville Esporte Clube enfrentou o América/RN no estádio Ernestão, em jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B daquele ano.

O Tricolor venceu a partida por 4 a 2 e manteve-se na zona intermediária da tabela de classificação. Os gols do JEC foram anotados por: Nem, Marcelo Carioca, Maia e Jean Carlos.

O JEC atuou com: Marcelo Flores, Zé Carlos, Marcos Aurélio (Anderson), Aderaldo, Beto, Juari, Lico, Jean Carlos, Nem, Marcelo Carioca (Canela) e Fabinho (Maia). Técnico: Freitas Nascimento. Leia mais

 
 

No fim dos anos 90, o Blumenau Esporte Clube – também conhecido como BEC e que até tinha uma certa rivalidade com o JEC – encerrava suas atividades atolado em dívidas e tendo que leiloar o próprio estádio. A partir de então, a cidade de Blumenau passou alguns anos sem ter um time de futebol profissional.

O primeiro confronto: Metropolitano 1×1 JEC

Até que em 2002 surgiu o Clube Atlético Metropolitano para representar a cidade do Vale do Itajaí. E o JEC foi convidado para ser a primeira equipe profissional a enfrentar o novo clube.

E assim como o Vasco da Gama “batizou” o Joinville em 1976, o Tricolor “batizava” a nova equipe de Blumenau.

Para o JEC, a partida amistosa era encarada apenas como um jogo-treino de preparação para a estréia no estadual de 2002.

A partida foi disputada no Estádio do Sesi, em Blumenau e terminou empatada em 1×1. O gol do Tricolor foi anotado por Vágner Dias, em cobrança de falta.

A provável escalação inicial do JEC nesse jogo: Giuliano Ciareli; Zé Carlos, Fabrício, Vágner Dias e Beto; Juari, Danilo, Michel e Luiz Gustavo; Adão e Marlon. Técnico: Luiz Antônio Zaluar.

Leia mais